01,Jun
Opinião

Crimes de governo e sua impunidade

Caros leitores, é transparente que vivemos em um país amaldiçoado por loucos, ladrões e débeis mentais. As instituições democráticas estão falidas. Nada segue a risca da lei como deveria funcionar em uma democracia republicana. Legislativo, judiciário e executivo narrando como nunca uma dramática história de quem pode mais. A corrupção e o poder a todo custo é inevitável no cenário do caos. Na administração pública rege a cadeia alimentar do mais forte. Justiça é só eloqüência teatral, retórica abatida, e a politicagem segue mais uma vez o roteiro de todo filme de terror. Já não bastasse o furação de insanidade do atual presidente. Agora acompanhamos de perto a milícia organizada e a estrondosa corrupção do militarismo. É estarrecedor assistirmos de perto o golpe que aos poucos vão se consolidando em nossa nação. Militares recebendo auxilio emergencial é o fim de toda moralidade. Servidores públicos com carreiras bem estabelecidas ursupando da honestidade de um povo simples e sofrido. Mais um grande crime de peculato que ficará registrado nos anais desse país. Infelizmente todos os poderes estão minados pela corrupção. A imprensa é ameaçada por divulgar a verdade. Nesses tempos de pandemia tudo é muito bem visível, compra de equipamentos superfaturados, licitações arranjadas, viagens clandestinas para ganhar diárias, funcionários fantasmas, cartão corporativo e por aí vai. Somos destaques no mundo inteiro, pelo obscurantismo, pela ignorância e pelo negacionismo.    

No atual momento não há limites para o mal, precisamos de uma boa logística de como sobreviver a governantes inimigos do povo cujo todo poder é emanado. Só seremos um país sério quando estes que estão no poder fizerem cortes em seus inúmeros e supérfluos gastos dos auxílios moradias, jetons, verbas indenizatórias e penduricalhos.  Pelo menos o Coronavirus veio como um auxílio para escancarar a nossa compreensão. Contaminou as falsas crenças do milagre do curandeirismo, evidenciou o charlatanismo e também esmagou o restante de nossa liberdade. Veio como pena, lição, punição e castigo. Correção principalmente para entregar a fatura das desigualdades humanas. O Estado atual é inevitável, apenas sendo executado pelas nossas mazelas. Como diz um Barão qualquer dessas terras de tupiniquins, “Se há um idiota no poder, é porque os que o elegeram estão bem representados”. 

É preciso jogar luz na escuridão. Chegou a hora da ciência, dos educados e escolarizados não serem mais omissos. Precisamos urgentemente de lideres pacificadores, diplomáticos, com empatia para se fazer justiça a uma constituição que foi construída pela luta popular. Juntos, mais uma vez, lutaremos pela defesa da Democracia, da República, da Constituição e do Estado de Direito. Sem Razão pelo manifesto a cidadania não haverá salvação para o nosso país.

Comentários