20,Sep
Opinião

Menos Constituição e mais Estado liberal

Thales Aguiar jornalista e escritor de governador valadares
Jornalista Thales Aguiar (Foto: Divulgação)

Caros leitores, o atual presidente com sua equipe já nos mostrou de forma transparente o seu projeto de governo.  O objetivo é transformar a democracia em autocracia dos três poderes. Um nítido desempenho agindo em conchavo com os dragões associados da iniciativa privada, usurpando o patrimônio público. E assim as benesses dessa nação acabam sendo compartilhadas entre eles. O legislativo produz leis em benefício exclusivo desses mesmos poderes criando altos salários, mordomias e impossibilitando ações que possam coibir sua libertinagem diante a constituição. Enquanto isso vamos assistindo de muito perto a formação de uma sociedade miserável. 

Qualquer direito em benefício à população carente está sendo tirado. Deveríamos lembrar que já em 2017 de acordo com o IBGE sessenta por cento da população teria uma renda de até um salário mínimo, ou seja, mais de 124 milhões de pessoas com um salário que mal dá para pagar as contas básicas de consumo. Temos hoje mais de 14 milhões de desempregados. Privatização da educação e da saúde, retirada da distribuição de medicamentos de alto custo que afetará pelos menos 30 milhões de pacientes com doenças crônicas. Uma morte lenta e agonizante, por doenças que poderiam ser tratáveis dando uma melhor qualidade de vida aos cidadãos desse país. Contaminação dos alimentos através da liberação do uso de agrotóxicos proibidos na maioria dos países do mundo. Aumento do tempo de contribuição para aposentadorias e diminuição dos salários, cortes de valores aos inválidos e deficientes. Retirada de leis trabalhistas que exploram ainda mais os trabalhadores e os coloca em condições de assédios permanentes. 

Um verdadeiro genocídio velado, uma forma desumana de exterminar as pessoas de bem desse país que pagam seus impostos com tanta dignidade. Mas a culpa não pode ser eximida de todos nós, fomos inebriados pelo fanatismo religioso que é a droga mais potente que uma sociedade pode experimentar. O escolhido de Deus prometeu o paraíso, ofereceu ser o paladino da justiça. O mesmo paladino que viveu durante toda sua vida à custa desse estado democrático de direito, agora sorrateiramente quer construir um Estado de idiotas, coibindo o aprendizado científico nas escolas, reduzindo as oportunidades para a manutenção da qualidade de vida das pessoas. Criando uma imprensa amedrontada pela perseguição a liberdade de expressão. Cobrando altos impostos e alforriando a impunidade.  O mais tenebroso dessa realidade é quando, as mesmas vítimas e alvos dessa politica genocida, empenham-se em guerra compatriotas contra seus próprios interesses de sobrevivência. No mesmo tempo em que tudo isso acontece eu continuo rememorando a bela poesia do saudoso Renato Russo. “.. Sujeira pra todo lado, ninguém respeita a constituição mas todos acreditam no futuro da nação, que país é esse?”

 

Thales Aguiar* Jornalista e escritor

Comentários