Coluna

EU POSSO ESTAR ERRADO

Em obra autobiográfica, Björn Natthiko Lindeblad parte de sua história pessoal para pensar, de forma leve e bem-humorada, questões contemporâneas e atemporais.

Rio de Janeiro - Acabo de receber  "Eu Posso Estar Errado", o livro do monge e escritor sueco Björn Natthiko Lindeblad (Editora Intrínseca - 192 páginas).

É um livrinho pequeno e gostoso de ler (li de uma tacada só).

No livro, Björn, um jovem  de 26 anos, compartilha sua longa  jornada de autoconhecimento após largar sua vida confortável como executivo de uma empresa multinacional para se tornar um monge budista.

No início deste ano, resenhei o livro "O Homem Mais Feliz do Mundo", de Eddie Jaku, também da Intrínseca, e agora me encantei por "Eu Posso Estar Errado" — esse, sim, um homem assumidamente feliz.

livro eu posso estar errado
Reprodução - 

Best-seller instantâneo na Suécia, terra natal do autor, “Eu Posso Estar Errado” logo se transformou em sucesso mundial, sendo traduzido para mais de vinte idiomas e figurar na lista de mais vendidos do jornal britânico ‘The Sunday Times’.

A obra oferece valiosas reflexões sobre temas como saúde mental, excesso de informações, problemas de convívio e a noção de mortalidade. A empatia do autor em sua escrita conquistou um público eclético em todo o mundo ao ir além do recorte religioso do budismo para falar sobre as dificuldades de todas as pessoas, independentes de seu contexto, cultura ou idade. 

Björn a certa altura conclui: "Não acredite em cada pensamento seu. Esse foi um dos preceitos que mais me ajudou na vida. Abordar os próprios pensamentos  com um pouco de ceticismo e humor facilita muito a tarefa de sermos nós mesmos".

Björn era um jovem feliz e bem-sucedido. Porém, algo o incomodava, e ele resolveu seguir sua voz interior: abriu mão de uma carreira promissora e de seus pertences para se tornar um monge budista da ‘Tradição Tailandesa das Florestas’. Por dezessete anos, seguiu as regras da vida monástica, até que um dia aquela mesma voz avisou que era hora de ir em frente. Quando abandonou a túnica e retornou para a Suécia, o inesperado novamente aconteceu: foi diagnosticado com esclerose lateral amiotrófica, uma doença lenta e incurável.

Após se desligar da vida monástica, Björn tornou-se professor de meditação e palestrante de sucesso em seu país.

Björn Natthiko Lindblad (nome budista Natthiko Bhikku , nasceu em 16 de agosto de 1961. Foi um economista, palestrante e monge budista sueco .

Em 17 de janeiro de 2022, Björn morreu de eutanásia, aos 60 anos, cercado por seus entes queridos.

Ediel Ribeiro (RJ)

662 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários