25,Feb
Coluna

O BOM DO MAU HUMOR - parte III

Ediel Ribeiro
foto: ilustração do Ediel

Rio - Adoro frases. A frase é a poesia sintética. 

Durante anos reuni frases, textos e citações onde reflito sobre tudo - às vezes crítico, às vezes cáustico - sem nenhuma condescendência e com fortes doses de bom humor.

São mais de oitocentas frases postadas no site Pensador pensador.com/colecao/ediel

E como sei que você - leitor - não vai lá. É longe, eu sei. Resolvi publicar aqui, à guisa de crônica.

 

 

Se você fugir da chuva, nunca verá a beleza do arco-íris.

A única coisa que podemos deixar de valor para nossos filhos é aquilo que somos, não o que temos.

Sexo é a única linguagem universal.

Termine relacionamentos tóxicos para você. Se o faz mais infeliz que feliz, elimine-o de sua vida. Se não puder eliminar, mantenha-o longe. Acredite, até a sua alma agradece.

Elegância é a beleza com humor.

Nosso amor é proibido. Mas existe tanta liberdade em nossa paixão.

Nunca abandone um sonho. Ele pode não ser só um sonho.

Não faço nada sem tesão. Amor, então...

Inveja é a tristeza pelo sucesso do outro.

Amor não é só uma palavrinha. É um palavrão.

Quando um idiota te critica, ele está querendo dizer: olhem para mim, sou melhor do que ele.

O golfe é como a vida. Você ganha e perde de você mesmo.

O golfe é como a masturbação. Você se diverte sozinho. E o buraco está sempre longe.

Te esquecer é fácil. Só hoje, já te esqueci mil vezes.

Fugir de si mesmo não irá te afastar do problema.

Toda dor você pode dominar. Menos a dor de amar.

Nos anos de chumbo, nós, cartunistas, trabalhávamos numa fronteira delicada. Um traço era a linha tênue que dividia a censura da liberdade.

Lula deixou a prisão para casar. Que conceito estranho de liberdade.

Sem meus defeitos eu me acharia perfeito. O que é o pior defeito.

Histórias curtas também são grandes histórias.

Dê aos outros o pedaço doce que ainda resta em você. Guarde para si todo o resto. Resolva intimamente seus problemas e, aos poucos, você voltará a ser um todo melhor.

Sou um profissional dentro da "marginalidade" que é o cartum e a história em quadrinhos no Brasil,

Sou feliz porque te encontrei, meu amor necessário. A saudade - a dor da necessidade - me machuca. Mas, te amar é tão bom, que transformo a dor em amor.

Minha terra é o lugar que me acolheu.

Ninguém é só santo. Somos santos e loucos. Mas ninguém admite. Paradoxos dão trabalho.

Mulheres são fadas, que quando tem as asas cortadas, voam em vassouras, porque são vingativas.

Ediel Ribeiro (RJ)

163 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários