Coluna

BOLSONARO E AS MULHERES

Arte: Nani

Rio - Jair Bolsonaro já foi condenado a pagar R$ 50 mil por danos morais à população negra e R$ 150 mil por ofensas aos homossexuais. 

O presidente também já foi denunciado ao STF por crime de incitação ao estupro. 

O motivo foi uma agressão verbal feita a ex-colega de Câmara dos Deputados, Maria do Rosário (PT/RS), que ele disse não merecer ser estuprada porque era feia.

Bolsonaro, na verdade, não demonstra muita simpatia, admiração ou respeito pelas mulheres. 

Falando sobre os próprios filhos, o parlamentar afirmou: “Foram quatro homens, na quinta eu dei uma fraquejada e veio mulher”.

E ele não parou por aí. 

No início do ano, Bolsonaro  voltou  a atacar as mulheres. Em entrevista em Pouso Alegre, questionado se aumentaria o número de mulheres no ministério, o parlamentar afirmou: “Não é questão de gênero. Tem que botar quem dê conta do recado”.

O pior de tudo, no entanto, é ver eleitores e admiradores do capitão defendendo o presidente com a alegação de que desde os primórdios da literatura e da filosofia, grandes pensadores e escritores já proferiram frases de cunho racista e discriminatórias contra o outrora chamado sexo frágil.

É verdade. Shopenhauer escreveu em um ensaio que “a mulher é por natureza feita para obedecer”. 

Nietzsche, disse que “se uma mulher tem inclinações acadêmicas, normalmente é porque há algo de errado com a sexualidade dela”. 

Aristóteles, afirmou: “No que diz respeito aos sexos, o macho é por natureza superior, e a fêmea inferior, o macho soberano, e a fêmea, súdita”. 

Já Hegel, afirmava: “A mulher pode ser educada mas sua mente não é adequada às ciências mais elevadas, à filosofia e alguma das artes”.                    

Rousseau, por sua vez, escreveu: “Sempre justifique as limitações que você impõe às meninas, mas não deixe de impô-las”.

Ainda assim, esses pensadores eram misóginos amadores, perto de Bolsonaro.

As frases dos pensadores foram ditas num contexto e numa época diferente da atual. Num passado - felizmente distante - onde as mulheres ainda eram vistas como banais, frívolas e inferiores. 

Frases e pensamentos como estes, incitaram e permitiram que as mulheres denunciassem abusos e lutassem pelos seus direitos, exigindo e conquistando, através do tempo, igualdade de direitos. 

Conquistas, que homens como Bolsonaro, ainda tentam tirar delas.

De minha parte, fico com a frase de Jean-Jacques Rousseau, outro grande pensador: “As mulheres constituem a metade mais bela do mundo”.

E merecem respeito.

Ediel Ribeiro (RJ)

662 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários