Coluna

O DIA QUE JORGE NUNES ROUBOU MINHA COLUNA

Rio - Jorge Nunes era um jornalista e radialista dos bons.

Vascaíno doente, trabalhava na Light e largou tudo para viver o sonho de ser radialista. 

Tava no sangue. 

Começou numa rádio menor, até ser levado pelo Washington Rodrigues para a Super Rádio Tupy. 

Fez muito sucesso integrando a equipe do Apolinho. Era o "comentarista do Povo". Reconhecido por seu estilo sempre bem humorado. Contava piadas e criou bordões como: "Ah, moleque", "Vaca fria", "O que diria minha vó", "Esse jogador é pereba", "E a mãe, vai bem" e "Tudo viado!"

Divulgação

Participou dos programas "Giro Esportivo", "Show da Manhã", "Rolando a Bola" e "Bola em Jogo", todos na Rádio Tupi.

Da rua do Livramento, Jorginho foi para o programa  "Balanço Esportivo", na CNT e para o jornal O Povo. 

Foi lá que conheci Jorge Nunes.

Eu era locutor e produtor da "Rádio 96 FM"  e editor da revista "Rádio Magazine", uma revista segmentada, dirigida ao pessoal do rádio.

Um dia, levei para a editora de cultura do jornal O Povo, a ideia de uma coluna que comentaria o mundo e os bastidores do rádio. 

Tivemos várias reuniões. A ideia foi aceita. Bolamos o nome, fizemos a diagramação e montamos a coluna. 

Tudo pronto.

A coluna estrearia num sábado, acho. 

Na sexta-feira, antes da estréia, a editora me chamou e anunciou que a coluna seria feita pelo Jorge Nunes. 

A minha coluna. 

"O jorginho trabalha na Rádio Tupi" - justificou. 

Fiquei muito puto. 

Mas nunca brigamos. Jorginho era do bem. 

Coisas do jornalismo. 


*Ediel Ribeiro é jornalista e escritor

Ediel Ribeiro (RJ)

661 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários