Coluna

2022

É normal - e preguiçoso- o cronista recorrer a colunas antigas - que fizeram relativo sucesso - para preencher seu espaço no jornal, no início do ano.

Como estamos começando o ano, aproveito esta crônica para desejar a todos os nossos leitores um 'Feliz 2022'.

Nessa primeira coluna do ano, eu poderia, leitor, te dar alguns conselhos para o ano novo. 

Poderia. Afinal, já vivi muito e acumulei muitas experiências boas e más.

Mas não vou fazer isso. Por dois motivos: primeiro - como dizia minha mãe - se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia. 

E, segundo, convenhamos, eu não sou exatamente a melhor pessoa do mundo para dar conselhos.

balanço
Reprodução -  

Mas vou dar três dicas que poderão ser úteis - ou não - para você: cuide do corpo, da mente e do coração.

Não custa nada.

Cuidar do corpo não exige muito preparo, tempo ou dinheiro. Eu nunca frequentei uma academia. Corro na praia ou na rua. É de graça.

Importante: evite refrigerantes, comidas gordurosas, sal e açúcar em excesso. 

Faça exercícios regularmente. Corra ou caminhe, diariamente. E, muito importante, faça sexo. 

Fazer sexo queima mais calorias do que fazer uma caminhada simples. Homens queimam, em média, 4,2 calorias por minuto durante o sexo. Já as mulheres eliminam 3,1 calorias por minuto. Como a média de uma relação é de 24,7 minutos, isso equivale a 104 calorias gastas pelos homens e 69 para as mulheres.

Cuidar da mente, também não vai tomar seu tempo nem seu dinheiro. 

Livros não custam caro. Os meus, por exemplo, são ganhos ou comprados em sebos, geralmente por 5 reais. 

Leia. Leia bastante. Use o seu tempo ocioso para ler. Na condução, na fila do banco, nos fins de semana, na praia, na piscina; na cama, antes de dormir ...

Por fim, cuide do seu coração. Ame. Ame muito. Esteja sempre apaixonado.  Não tenha medo de amar. Tenha medo de não conseguir amar. 

Ame, mesmo que já tenha se decepcionado antes. Tente de novo. Ame de novo. 

Você vai se decepcionar? É provável que sim. Vai sofrer? Vai. E vai chorar, também. Mas, acredite, muitas coisas bonitas aconteceram na sua vida, enquanto você estiver apaixonado. E são essas coisas que te manterão vivo, que valerão a pena viver e amar. 

As lembranças boas ficarão para sempre com você. E as ruins, serão pontes que te levarão até o amor verdadeiro, aquele que você sempre sonhou e que achava que não existia. 

Mas, acredite, ele existe. E vai te encontrar. Ou, já te encontrou.

Ediel Ribeiro (RJ)

509 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários