Coluna

Taurinos na ciranda zodiacal

- Marineth, a imitação tupiniquim da escultura Touro de Ouro, de Wall Street, “plantada” em frente à Bolsa de Valores de São Paulo, teve vida breve. A remoção da versão do símbolo da ”grana que ergue e destrói coisas belas”, no centro financeiro do espaço histórico paulistano, por certo, deixou frustrada muita gente. Diferentemente do advindo à escultura na frente da Bolsa de Valores de Nova York, nos EUA, a CPPU - Comissão de Proteção à Paisagem Urbana - reprimiu o crime clandestino. O órgão da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento agiu rápido, considerando que, além da transgressão à ordem legal, a imitada escultura já era vista como “boi andrógino”, em piadas nas redes sociais.

Chamado de 'boi andrógino' em piadas nas redes sociais, a escultura do touro dourado ganhou carinho nos testículos para dar sorte na especulação no mercado financeiro

- Athaliba, o meme “boi andrógino” e outras provocações inundaram as redes sociais sobre a escultura, alvo de três protestos em dois dias após inaugurada. No primeiro ato, manifestantes picharam a obra contra a fome. No segundo ato pediram para taxar a fortuna dos mais ricos. E no terceiro ato, ao estilo tradicional de caridade, fizeram churrasco para moradores de rua. Lá em Itabira do Mato Dentro, além das alterosas de Minas Gerais, a líder feminina Angelina e a travesti Mary Help chegaram a planejar excursão a São Paulo. Elas pretendiam pichar os testículos da escultura do Touro de Ouro.

- Como assim, Marineth? O que significa essa manifestação específica de pichar “as bolas do touro”?  Essa caravana corria o risco de ser enquadrada por crime de maus-tratos ao animal!!!

- Athaliba, reza a superstição que quem acariciar os testículos da escultura do touro poderá ser agraciado com muita sorte no mercado de ações financeiras. A sugestão de pichar “as bolas do touro” com tinta roxa foi da Mary Help, que reuniu as amigas Shelby, Gina, Sabrina, Mouzalina e as gêmeas lésbicas Francinete e Ivonete na Praça Acrísio Alvarenga. Lá é a rotatória principal da cidade, popularmente conhecida como praça redonda, onde tem um monumento de concreto à Bíblia. A travesti justificou pichar de roxo por ser a cor da saudade, predominante em buquês nos sepultamentos. Assim, acariciando testículo roxo, os aventureiros estariam fadados ao infortúnio. A trans mulher Shelby, adepta da astrologia, defendeu a integridade física do Touro de Ouro.

- Marineth, que rumo ocê pretende dar ao caso polêmico da escultura Touro de Ouro?

- Athaliba, da mesma forma à qual Mary Help disse ter ficado indignada com a imitação da escultura tupiniquim lendo a crônica Colonialismo infecta o país, a Shelby partilhou da ideia do criador da obra, o arquiteto e artista plástico Rafael Brancatelli. Segundo ela, ele negou a imitação à escultura de Wall Street e que a obra foi em homenagem ao signo dele no zodíaco, que é touro. E sei que ocê é do signo de touro, pois integra o período das pessoas nascidas entre 21/4 e 20/5. Um dos principais instrumentos da astrologia são os horóscopos, uma espécie de guia e oráculo que supostamente prevê acontecimentos importantes na vida dos indivíduos.

- Marineth, ocê acredita em magias astrais? Cuidado, heim! Tem gente por aí que pratica charlatanismo e, evocando até o nome de Deus em vão, promete trazer dos céus o eterno amor.

- Acredito no que as pessoas juram acreditar de pés junto, Athaliba. Quem sou eu para negar aquilo em que as pessoas creem! E, por curiosidade, pedi a Shelby para fazer o teu mapa astral. A partir disso é possível observar as trajetórias de cada planeta e constelação ao longo da vida da pessoa. Diz-se que taurinos, além de regidos por Vênus, equivalente na mitologia grega Afrodite, a deusa do amor, também são nativos de um signo do elemento Terra. Isso mostra que são dedicados aos parceiros e costumam ser leais em seus compromissos. Demonstram amor, proporcionando segurança emocional e estabilidade. Sabia que taurinos combinam com pessoas dos signos de Câncer, Virgem, Escorpião, Capricórnio e Peixes?

- Marineth, tô surpreso com ocê adentrando nos mistérios da astrologia. Essa sua atitude lembra-me da difícil missão exercida pelo responsável por alimentar as previsões dos horóscopos no jornal. Tarefa que exigia exímia imaginação e criatividade para manter o sucesso da coluna às pessoas que só davam os primeiros passos do dia após consultá-la. Talvez o criador da escultura touro dourado tenha recorrido à astrologia do signo dele para justificar o ato de fama que buscava como sócio-dono de construtora. Conseguiu, por alguns dias. E teve a sorte da remoção da obra antes que os manos paulistanos fossem alvo de piada do “touro andrógino”. Sobre o mapa astral, agradeço a iniciativa. E, sob a benção de Xangô e Iansã, na proteção de Olorum, suplico daqui saída do inferno astral no qual a pátria amada agoniza e a larga maioria da população padece.

Lenin Novaes

136 Posts

Crônicas do Athaliba

LENIN NOVAES jornalista e produtor cultural. É co-autor do livro Cantando para não enlouquecer, biografia da cantora Elza Soares, com José Louzeiro. Criou e promoveu o Concurso Nacional de Poesia para jornalistas, em homenagem ao poeta Carlos Drummond de Andrade. É um dos coordenadores do Festival de Choro do Rio, realizado pelo Museu da Imagem e do Som - MIS

Comentários