Política

Prefeito eleito em Itabira herdará dívida milionária

Empréstimo de 45 milhões, para obras nas avenidas Machado de Assis e Espigão, começará a ser pago em 2021

As eleições municipais que ocorreram em todo país no último domingo (15) definiram aqueles que irão administrar as cidades pelos próximos quatro anos e em muitas delas a população optou pela renovação.

Itabira, Minas Gerais, é um desses casos. O prefeito eleito Marco Antônio Lage (PSB) disputou pela primeira vez um cargo eletivo e teve como principal adversário o atual prefeito, Ronaldo Lage Magalhães (PTB) que tentava a reeleição. 

Agora, eleito, Marco Antônio terá pela frente o desafio de colocar em prática as propostas apresentadas durante a campanha. E para isso terá que enfrentar um desafio ainda maior do que a disputa pelo voto: o endividamento do município.

marco antonio lage
Marco Antônio Lage (PSB) foi eleito o novo prefeito de Itabira com 50,59% dos votos. (Foto: Divulgação)

Ronaldo Magalhães vai entregar a prefeitura com uma dívida milionária, fruto de empréstimos contraídos nos últimos. Apenas três desses contratos juntos somam quase R$70 milhões, além de outros endividamentos.

O mais recente deles, no valor de R$45 milhões, contratado em julho do ano passado, só começará a ser pago no próximo governo haja vista o período de carência de 2 anos. De acordo com informações da prefeitura na época da contratação do empréstimo, o dinheiro seria usado prioritariamente na implantação das avenidas Machado de Assis e Espigão, inauguradas recentemente, além da construção de um novo prédio para a Universidade Federal de Itajubá (Unifei), campus Itabira, e um heliponto, dentre outras obras. 

No caso da avenida Machado de Assis, pouco depois de ser inaugurada já foi preciso passar por reparos e hoje parte do asfalto remendado apresenta desnível perigoso para motoristas que que ali trafegam. Da mesma forma o asfalto feito no trevo do Itabiruçu se desfez pouco depois da inauguração e também necessita de reparos.

O itabirano aguarda agora o levantamento a ser feito pela equipe de transição do novo governo que vai apontar a real situação em que se encontra o município.

Comentários