Coluna

SEXO COM DIA E HORA MARCADA

Ben Afleck
Getty Images - 


Há duas semanas, quando se soube que Jennifer Lopez exigiu sexo quatro vezes por semana a Ben Afleck, em acordo pré-nupcial e que iria "cobrar isso na justiça", ficou claro que o casamento tradicional estava com seus dias contados.

Os homens, acredito, também vão fazer suas exigências. Já posso imaginar como serão os votos de casamento  nas próximas cerimônias:

“Suzana, você aceita o Mário como seu legítimo marido, promete ser fiel, amá-lo e respeitá-lo na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, por todos os dias das suas vida até que a morte os separe? Promete também fazer sexo com ele quatro vezes por semana, mesmo que esteja cansada, com dor de cabeça e de TPM?”

Algumas mulheres com que conversei acharam descabidas as exigências da Jennifer. Especialmente porque o ator comprou uma mansão de  US$50 milhões e deu a ela um anel de noivado de esmeralda cujo valor chega aos 10 milhões de dólares. 

Concordo que as pessoas chiques são muito práticas e organizadas. Bem diferentes de nós, os pobres, que transamos sem motivo algum, sem olhar a agenda ou mesmo sem sermos obrigados pelo juiz, só porque estamos com tesão.

As negociações foram difíceis e tensas, mas agora posso enfim revelar pela primeira vez como Jennifer Lopez conseguiu convencer Ben Afleck a aceitar  seus termos. 

Nunca li nenhum desses acordos pré-nupciais, mas posso imaginar que as cláusulas e condições estabelecidas contratualmente, devem ser mais ou menos essas: 

Da frequência:
I) Sexo quatro vezes por semana.

Dos dias:
II) Às terças, quintas, sábados e domingos.

Das posições:
III) Terças (papai e mamãe); quintas (de quatro); sábados (de conchinha); domingos (com as pernas para cima).
IV) Excepcionalidades nos feriados: (ela por cima ou cowgirl invertida)

Obs.: Acessórios eróticos, como vibradores, pulsadores e capas penianas, são ótimas opções e podem ser permitidos.  

A opinião dos fãs divide-se entre os que consideram as exigências de Lopez um exagero e os que defendem que ela deveria exigir muito mais. 

O assunto tem sido tema recorrente nas redes sociais e nas manchetes dos jornais sensacionalistas. Certo ou errado, em uma coisa todos concordam: a decisão manterá a ‘chama acesa’ durante o casamento.

Ou Ben Afleck terá que se ver com a justiça.

Ediel Ribeiro (RJ)

478 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários