Coluna

A LISTA

Rio - Nesses tempos de pandemia e ensino a distância, virei professor de portugês dos meus filhos pequenos - Woody (11) e Annie (10). Estudando com eles, li um texto em que o alfabeto falava de suas preferências. Sem ter o que fazer, pensei em criar uma lista das coisas que gosto com cada letra do alfabeto.

Ficou assim:

A - De Arte e Amor. Sem os quais a vida seria impossível.

B - De Bourbon Street Music Club.  Bar de jazz em forma de piano de cauda, localizado em Moema (SP), famoso por receber grandes nomes do jazz e do blues.  Lugar de onde tenho lindas lembranças. 

C - De Charlie Hebdo. Revista semanal satírica francesa. Ilustrada pelos melhores cartunistas franceses. A publicação frequentemente satiriza o Partido Comunista Francês, o catolicismo conservador, a hierarquia judaica e o fundamentalismo islâmico.

D - De Diretas Já. Pelas eleições. Elas vieram e hoje vivemos numa democracia.

E - De Eddie Murphy. Ator, comediante, dublador, roteirista, produtor, diretor e músico americano. Sou tão fã que coloquei o nome dele no meu filho.

F - De Filmes. Entre eles, “Cidadão Kane’, ‘O Velho Fuzil’, ‘Louca Obsessão' e todos do Woody Allen e de Alfred Hitchcock.   

G - De Girassóis. Entre ‘Sonhos e Girassóis’, nosso novo livro.

Divulgação. 

H - De Holiday. Billie Holiday cantora de jazz que ouço sem parar. “Lady in Satin’ Me lembra uma noite romântica em São Paulo. 

I - De Intrínseca. Editora. Uma das melhores. Onde li ‘Memórias de Um Vendedor de Mulheres’ , de Giorgio Faletti.

J - De Jesus Cristo. O maior de todos.

K - De King.  Stephen King é um escritor norte-americano de terror, ficção, suspense e fantasia. Os seus livros já venderam mais de 400 milhões de cópias, com publicações em mais de 40 países. Muitos viraram filmes de sucesso. É o 9º autor mais traduzido no mundo. 

L - De Leonard Cohen. Cantor, compositor, poeta e escritor canadense. ‘Dance Me To End of Love’ é deliciosa.

M - De Millôr. Millôr Fernandes, foi desenhista, frasista, humorista, dramaturgo, escritor, poeta, tradutor e jornalista brasileiro. Conquistou notoriedade por suas colunas de humor e suas frases inteligentes.

N - De Nani. O maior cartunista vivo. E Bar do Nani. Bar dos cartunistas, em Porto Alegre, onde bebi e ri em boa companhia.

O - De ‘O Pasquim e ‘Opinião'. Jornais alternativos. Tabloides que circularam nas décadas de 70 e 80. Publicaram os melhores escritores e cartunistas brasileiros. 

P - De Poesia. Principalmente a poesia marginal de Walt Whitman, Charles Bukowski, Ana Cristina C., Torquato Neto, Cacaso, Caio Fernando Abreu e Hilda Hilst. 

Q - De Quadrinhos. Revistas e jornais. Adoro ler Quino, Angeli, Laerte, Crumb, Charles Schulz, Henfil e outros. 

R - De Rio de Janeiro. Minha cidade. Do Flamengo, de sua gente, sua música, seus botecos...

S - De Sheila. Poeta e escritora. Com quem aprendi que podia ser mais. E ‘Sonhos são Azuis’, nosso primeiro romance.

T - De Tarso de Castro. Tarso foi um dos grandes jornalistas brasileiros dos anos 1960, 1970 e 1980. Filho do diretor e fundador do jornal ‘O Nacional’, de Passo Fundo, Múcio de Castro. Foi o criador do ‘Pasquim’, e do caderno ‘Folhetim’ da ‘Folha de S.Paulo’.

U - De Última Hora. Jornal brasileiro fundado pelo jornalista Samuel Wainer, em 12 de junho de 1951 no Rio de Janeiro. Foi um marco no jornalismo brasileiro, inovando em termos técnicos e gráficos. Valorizou a charge e o cartum, num momento em que outros jornais deixavam-nas de lado por conta da censura.

V - De Van Gogh. Vincent Van Gogh, pintor pós-impressionista holandês. Considerado uma das figuras mais famosas e influentes da história da arte ocidental.

X - De ‘A Poeta X’. Best-seller sobre Xiomara uma adolescente do Harlem que conta sua história através de uma poesia intensa, crua e poderosa.

Y - De Nova York. Cidade norte-americana. 

W - De Woody Allen. Escritor, ator, cineasta, roteirista e músico norte-americano. Por seus livros e filmes como ‘Annie Hall’ (1977), ‘Manhattan’ (1979), ‘A Rosa Púrpura do Cairo’ (1985), ‘Hannah e Suas Irmãs’ (1986), ‘Bullets Over Broadway’ (1994), ‘Match Point’ (2005), ‘Vicky Cristina Barcelona’ (2008), ‘Meia-noite em Paris’ (2011) e ‘Blue Jasmine’ (2013).

Z - De Z. Pseudônimo da cartunista Márcia Braga. De Ziraldo, Zélio, Zuenir, Zico e Zeca Baleiro.

Ediel Ribeiro (RJ)

662 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários