Agricultura

Acesso à Carteira do Artesão passa a ser on-line

Processo para obtenção do documento, inscrições, atendimentos e provas de habilidades serão realizadas virtualmente com ajuda do Estado

CARTEIRA DO ARTESÃO
Divulgação / Sede

A Carteira Nacional do Artesão já pode ser solicitada de forma digital. A partir de agora, após o cadastro realizado via governo federal, é possível realizar todo o trâmite na web, por meio da Diretoria de Artesanato da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sede) do governo estadual. A iniciativa inclui todo o atendimento, que vai do cadastramento à prova de habilidadades.

A mudança do processo de presencial para on-line garante os direitos dos artesãos, que continuam demandando o documento durante a quarentena imposta pelo coronavírus. 

A Carteira Nacional do Artesão é um documento físico, válido em todo o território nacional, que formaliza a atividade artesanal. Os portadores têm acesso a cursos de capacitação, feiras e eventos apoiados pela Sede e pelo Programa do Artesanato Brasileiro (PAB), bem como as ações dos Serviços em Inovação e Tecnologia (SebraeTec).

Formalização
Para iniciar o processo de formalização da atividade, os profissionais precisam  acessar o site do Artesanato Brasileiro e seguir as etapas do pré-cadastro. Em sequência, o inscrito receberá contato do servidor da Diretoria de Artesanato e o agendamento para realizar a demonstração da habilidade manual on-line.

Além de fazer a solicitação na plataforma do governo federal, o artesão também poderá tirar dúvidas ou agendar horário por meio do WhatsApp (31) 98414-7223 ou no e-mail: carteiradoartesao@desenvolvimento.mg.gov.br. A facilidade do cadastro manterá todo o rigor que a avaliação necessita para seguir as regras de avaliação presentes na Portaria nº 1.007-SEI, de 2018.

Mundo digital
Para o diretor de Artesanato da Sede, Thiago Tomaz, o cadastramento on-line vem para ficar. “Com a tecnologia, o mundo fica digital, o governo fica digital e Minas fica digital cada vez mais. A gente busca as inovações para facilitar o dia a dia e a vida do artesão mineiro”, explica.

Atualmente, 10 mil artesãos mineiros possuem a carteira. E a expectativa é que o número aumente, já que o processo on-line de emissão será definitivo. Após o período de pandemia, o serviço virtual se juntará ao atendimento presencial, feito na Cidade Administrativa, no Centro de Artesanato Mineiro, nas regionais do Instituto de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais (Idene) e em mutirões de cadastramento em todo o estado.

Comentários