Coluna

QUEM QUER DINHEIRO?

Arte - Nani

Rio de Janeiro - Se tem um órgão do Governo Federal que trabalha - e muito - é o Departamento de Recuos e Desmentidos (DRD).

Ligado à Secretaria de Comunicação - SECOM - o DRD funciona numa salinha nos fundos do Palácio do Planalto, sob o comando do secretário especial Fabio Wajngarten.

Todo mundo sabe que uma das funções mais importantes no governo, hoje em dia, é a de recuar e desmentir as histórias do capitão e de sua prole.

Se o presidente ficar adulterando fatos, desmentindo e fraudando todo tipo de informação, daqui a pouco ninguém mais vai acreditar nas suas declarações.

O secretário empurra a porta do gabinete, e entra esbaforido.

- Presidente! Presidente! Tenho más notícias!

- Mais?? 

- Seus amigos empresários disseram que não vão fazer “vaquinha” para dar dinheiro ao astrólogo Olavo de Carvalho, seu guru. Segundo alguns deles, já estão gastando dinheiro demais para manter o “Gabinete do Ódio” e as fake news. E, pior, Olavo de Carvalho gravou outro vídeo dizendo que vai acabar com seu “governo de merda”.

- Desse jeito eu não consigo governar o país. São críticas de todos os lados! São os congressistas; os fascistas; os comunistas; a esquerda; o STF e até  aquela mulher lá no cercadinho, veio me cobrar os números de mortos. Eu já disse que não sou coveiro. Assim fica difícil. Até os meus eleitores do cercadinho?

- Seus eleitores só estão cobrando coerência do seu governo. O senhor foi eleito prometendo austeridade e transparência. Prometeu que não negociaria com o Centrão, negociou; que não entregaria Bancos e Estatais, entregou;  e não faria dos Ministérios, balcões de negócios e  já quer recriar o Ministério da Comunicação...

- Preciso fortalecer minha base. 

- Criando mais Ministérios? O senhor foi eleito prometendo governar com 15 Ministérios. Criou 22. Com esse, são 23 e corre pelos corredores do Palácio do Planalto o boato de que o senhor cogita criar o Ministério da Segurança Pública, é verdade?

- Essa já é outra “cuestão”, taoquey?

- Quem vai ser o novo Ministro da Comunicação?

- O Fábio Faria.

- Aquele deputado do Centrão? Do PSD, do Kassab? Genro do Sílvio Santos?

- Ele é do “Centrão”??! Não sabia!! Zero!

- Presidente, que experiência ele tem em comunicação?

- Bem...ele namorou a Adriane Galisteu, a Sabrina Sato, a Priscila Fantin e é casado com a Patrícia Abravanel, filha do Sílvio. Parece que o rapaz é bem comunicativo.

- Presidente, o senhor já botou um paraquedista na Saúde; um banqueiro na Economia; uma ruralista na Agricultura; um astronauta na Ciência e Tecnologia; um anti ambientalista no Meio Ambiente; um racista na Fundação Palmares; um ignorante na Educação; uma antifeminista na Secretaria da Mulher; um militar na Casa Civil; um terraplanista nas Relações Exteriores; e agora um dono de rádio no Ministério das Comunicações? Isso está me parecendo um tiro no pé.

- Ele não tem nenhuma experiência no setor, mas tem  conhecimento até pela vida que tem junto à família do Sílvio Santos.

- Sendo assim, o motorista do dono do SBT também pode ser Ministro?

- Isso já é outra “cuestão”, taoquey?

- Olha aqui - disse o secretário, mostrando seu telefone ao chefe do Executivo - as mídias sociais já estão dizendo que se continuar assim o slogan do seu governo deve mudar para “ROLENTRANDO”.

Ediel Ribeiro (RJ)

662 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários