15,Jul
Cidades

CPI de Brumadinho: em depoimento, diretor da Vale diz que foi alertado sobre falha em dreno de barragem

Silmar Silva durante depoimento na ALMG (Foto: Reprodução/TV Globo)

O diretor de operações do Corredor Sudeste da Vale, Silmar Silva, afirmou em depoimento à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, que foi avisado sobre uma falha em dos drenos da barragem 1 da Mina Córrego do Feijão, que se rompeu em 25 de janeiro deste ano. 

De acordo com Silva, uma equipe confirmou uma fratura no 15º dreno da estrutura, o que pode explicar o rompimento da barragem, já que esses equipamentos foram instalados com o objetivo de diminuir o excesso de água na barragem. 

“O gerente executivo, que reporta diretamente a mim, me passou mensagem logo cedo, por volta das 6 horas da manhã, por email, dizendo que durante a perfuração do 15º dreno havia tido um carreamento de material e que eles já tinham se deslocado para o campo para tomar ações imediatas. Depois, ele me comunicou que a situação já tinha voltado à normalidade e que os geotécnicos tinham tomado decisão de suspender o processo de perfuração até novas análises.”

Durante a audiência foi apresentado ainda um estudo realizado pela Universidade Federal de Ouro Preto em 2010 que já alertava sobre o excesso de água na barragem da Mina Córrego do Feijão.

A CPI também aprovou a acareação entre funcionários das áreas operacional e corporativa da Vale.

Comentários