25,Aug
Cultura e Entretenimento

"NUPEM – Protagonista da Interiorização da UFRJ"

Profs. Maria Fernanda Quintela e Francisco Esteves, autores do livro, disponibilizam
a obra aos interessados em formato digital (Foto: Lenin Novaes)

O professor Rodrigo Nunes da Fonseca, diretor do Instituto de Biodiversidade e Sustentabilidade (NUPEM/UFRJ) e o professor Maurício Mussi Molisani, editor Chefe da NUPEM Editora, convidam para o lançamento livro "NUPEM: Protagonista da Interiorização da UFRJ", coordenado pelos professores Francisco de Assis Esteves e Maria Fernanda Santos Quintela da Costa Nunes, dia 31/5. às 15h, no Auditório do NUPEM, em Macaé, no Rio de Janeiro.

A data do lançamento do livro marca os exatos 25 anos de inauguração do Núcleo de Pesquisas Ecológicas de Macaé (NUPEM/UFRJ), que aconteceu no Parque de Exposições  Latiff Mussi Rocha, em 31 de maio de 1994, e para celebrar estes dois marcos históricos - lançamento do livro e os 25 anos da instituição - o NUPEM/UFRJ receberá os integrantes da comunidade do Barreto, autoridades municipais, estaduais e federais, alunos, servidores e docentes da UFRJ.

O lançamento do livro começará com solenidade em comemoração aos 25 anos do NUPEM/UFRJ. Em seguida haverá a apresentação da NUPEM Editora pelo seu editor-chefe, Maurício Mussi Molisani e, depois, ocorrerá a apresentação da obra, que ficará a cargo de seus organizadores. O evento será finalizado, então, por uma sessão de autógrafos, seguida por uma recepção ao público presente.

A versão digital está disponibilizada a todos os interessados de forma gratuita. A obra, composta por 14 capítulos escritos por docentes e ex-alunos do Instituto NUPEM e da UFRJ, recebeu o prefácio do ex-reitor e professor emérito da UFRJ, Nelson Maculan,  e resgata, ao longo de suas quase 300 páginas, a trajetória de luta e a história da criação do instituto e da interiorização da UFRJ, consolidando a integração entre ensino, pesquisa , extensão e inserção social de qualidade no interior do Rio de Janeiro. Cheio de narrativas, análises, experiências e ensinamentos, o livro é uma fonte de inspiração e estímulo para a construção de uma sociedade mais justa, igualitária e sustentável.

O vice-diretor do NUPEM/UFRJ, professor Francisco Esteves, coordenador do livro, discorreu sobre a criação do mesmo:

"Nós tentamos com esta obra colocar no papel a experiência que adquirimos, acumulada a partir da realização de pesquisas, inicialmente com as lagoas de Macaé, desde 1983 até os dias de hoje. Nós não imaginávamos, naquela época, em 1983, que NUPEM/UFRJ tomaria esta enorme dimensão, que teria esta enorme respeitabilidade e reconhecimento acadêmico. Mas nós já imaginávamos que seria uma oportunidade ímpar de compartilhar com as gerações do presente, sobretudo com as gerações futuras, toda experiência acumulada por brasileiros que lutaram pelo sonho de construir em Macaé uma estrutura acadêmica que pudesse gerar conhecimentos científicos e, mais que isso, que estes conhecimentos se tornassem subsídios para a construção de políticas públicas de grande alcance e impacto social.

A redação deste livro não foi tarefa fácil, principalmente porque não dispúnhamos de literatura que pudéssemos seguir. Ainda assim, apesar de todo trabalho árduo, acredito que logramos êxito em nossa missão: todos os dados, por exemplo, que se encontram na obra são inéditos, frutos de anotações pessoais e conversas com colegas que participaram da construção do NUPEM/UFRJ e, principalmente, ex-alunos, que hoje são renomados cientistas.

Ao ler esta obra, tenho certeza de que os leitores ficarão esclarecidos de quanto foi penoso, quão laborioso foi construir a estrada até o NUPEM que temos hoje. Uma boa parte desta obra contempla o período no qual o instituto, já bastante consolidado - com cursos de graduação em Ciências Biológicas - passou a se preocupar com a ampliação das ações da UFRJ em Macaé e passou a construir caminhos para que viessem outras atividades, não só de ensino como de pesquisa, nas áreas de Química, Nutrição, Enfermagem, Medicina e Engenharia. O NUPEM foi o protagonista da interiorização da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O sucesso alcançado por nós foi o motor para que outros professores trabalhassem juntos a seus institutos e unidades para expandir as ações da universidade em Macaé".

Por sua vez, Rodrigo Fonseca analisou a obra e parabenizou a equipe pelo trabalho:

"O livro coordenado pelos professores Francisco Esteves e Maria Fernanda Santos Quintela da Costa Nunes demonstra o papel central do Instituto de Biologia e dos professores pioneiros do NUPEM no processo de interiorização da maior universidade pública do país. Ao ler a obra fica claro que, apesar de todas as dificuldades inerentes ao processo, o sonho, a dedicação, o amor e a paixão pela pesquisa, ensino e a extensão foram capazes de vencer. Atualmente há uma transformação da sociedade de Macaé e região a partir da chegada de professores, técnicos-administrativos e alunos da UFRJ. O NUPEM parabeniza a todos os envolvidos nessa grande conquista para a nação brasileira!".

Confira a obra na íntegra clicando aqui.

 

Comentários