25,Aug
Cultura e Entretenimento

Glórias musicais na ALMG

artista genin guerra e cantora danuza menezes
Cantora Danuza Menezes e o artista plástico Genin Guerra (Foto: Divulgação)

Imperdível! Caricaturas em cerâmica de alguns expoentes da música popular como Milton Nascimento, Rita Lee, Roberto Carlos, Elza Soares, Raul Seixas, Pixinguinha, Hermeto Pascoal, Carmem Miranda, Jacob do Bandolim e Elomar, entre outros, um total de 31 peças de arte, estão reunidas na exposição “Solo: álbum das glórias musicais” do artista plástico, cartunista, escultor e chargista Genin Guerra, aberta ao público, dia 6/8, na Galeria de Arte do Espaço Político-Cultural Gustavo Capanema, na Assembléia Legislativa do Estado de Minas Gerais, na Rua Rodrigues Caldas, 30, bairro Santo Agostinho, podendo ser apreciada até dia 26 deste mês, de 2ª a 6ª feira, exceto feriados, das 8 às 18 horas, com entrada gratuita.

Como se não bastasse, a mostra exibe os bustos de artistas internacionais, entre eles Elvis Presley, Ray Charles, Amy Winehouse e Steve Wonder, dentro da série denominada “cabeças” O acervo é parte do trabalho que Genin Guerra realizou nos últimos dez anos e que ele diz que “reuni na exposição duas paixões: a escultura e a música, uma das artes mais inspiradoras para mim, apesar de não saber tocar um instrumento musical”. Mas, na abertura, essa ausência foi preenchida pelo show da cantora e percussionista Danuza Menezes e os seus alunos do grupo Pandeiro Mineiro.

A exposição de Genin Guerra sobra em qualidade, com traços dignos dos mais renomados cartunistas do país. A admiração e reconhecimento à arte dele, revestida, agora em novo formato, transporta os limites das fronteiras de Minas Gerais. Não tenho dúvida. Quis saber como Genin, itabirano como o saudoso poeta Carlos Drummond de Andrade, conciliou a Escola de Belas Artes e o Curso de Engenharia Civil.

 “Fiz Engenharia Civil influenciado por uma visita a uma obra de uma ponte atirantada. Isto quando tinha uns 17 anos. Fui com um amigo que também se formou em Engenharia e fiquei fascinado com a tecnologia. Além de eu ter sido muito bom em matemática na escola, o que ajudava bem no vestibular, além de ser bom em desenho. Fiz sem muita convicção, como todo jovem da época. Depois, fiz outro concurso para Belas Artes e, assim, fui levando. Tinha muitos colegas filhos de engenheiros na Vale S/A que levavam um vida muito boa e cheia de mordomias, acho que também fiquei com a ilusão de que meu futuro assim ficaria garantido..rs... rs....rs”.

Sobre as produções nas artes, Genin diz que “a minha vida artística está muito ligada à de jornalista. Fundei com amigos, em 1979, O Cometa Itabirano, jornal da imprensa alternativa da cidade, onde fazia cartum, charges, caricaturas e ilustrações. Entre 1993 e 2000 fui editor de arte do Diário do Comércio e Jornal de Casa, em Belo Horizonte. E publiquei na revista de humor Bundas (RJ); jornais Gazeta Mercantil, Estado de Minas, Hoje em Dia (MG) e O Pasquim (RJ). Fui, por 16 anos, chargista do Jornal Ambiente Hoje da Associação Mineira de Defesa do Ambiente”.

Das produções mais significativas, ele lembra que, em 1980, participou, como artista convidado, da exposição comemorativa dos 80 anos do poeta Drummond, no Palácio das Artes (MG); em 1982, da exposição Fazendas de Minas, na Fundação Carlos Drummond de Andrade em Itabira/MG. Genin, desde o ano 2000, se dedica às esculturas em bronze, especialmente de artistas brasileiros da música e da poesia. É autor de três esculturas do poeta Carlos Drummond de Andrade, em Itabira. Uma inaugurada em 2002:  “Drummond e a Pedra” (tamanho natural, em bronze, localizada em frente à Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade), a segunda, “Fazendeiro do Ar” (tamanho natural, em bronze, localizada em frente ao Memorial Carlos Drummond de Andrade, no Pico do Amor) e a terceira, “Menino Antigo”, na antiga sede da fazenda Pontal, onde Carlos Drummond de Andrade passou parte de sua infância. Em Itabirito ele fez a escultura de Orson Welles, no Largo dos Imigrantes, em 2006; e a de Telê Santana, técnico de futebol, em Itabirito, em 2007.

Comentários