17,Aug
Cultura e Entretenimento

Mona Vilardo, atriz, cantora e escritora, estreia em janeiro como colunista do Folha de Minas

Mona Vilardo - divulgação
Mona Vilardo - divulgação

A escritora, atriz e cantora Mona Vilardo deu os seus primeiros passos no mundo artístico aos 8 anos quando ingressou no Coro Infantil do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, participando de óperas como Turandot e fazendo turnê pelos Estados Unidos e Europa.

Mona traz em sua bagagem inúmeras peças musicais de grande bilheteria como " Emilinha e Marlene - as Rainhas do Rádio", escrito por Thereza Falcão sob direção de Antonio DeBonis, e "Agnaldo Rayol, a alma do Brasil" de Fátima Valença, com direção de Roberto Bomtempo. Na tv sua participação mais recente foi na novela “Deus Salve o Rei”, da Rede Globo.

Atualmente Mona Vilardo está em turnê pelo país com o espetáculo “Mona canta Dalva”, uma belíssima homenagem à consagrada cantora Dalva de Oliveira, assinando o roteiro, junto com a diretora Marcia do Valle.

Em janeiro Mona Vilardo estreia como colunista do Folha de Minas.

 

Conheça um pouco de Mona Vilardo:.;

Mona Vilardo iniciou seus estudos musicais aos 8 anos no Coro Infantil do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, participando de óperas como Turandot e fazendo turnê pelos Estados Unidos e Europa.
Entre os principais trabalhos se destacam: soprano solista na obra Requiem de Mozart e " A Criação" de Hadyn e solos com o grupo vocal de música antiga Calíope - sob regência de Júlio Moretzsohn. Atualmente faz parte do quinteto vocal "Mulheres de Hollanda".
Iniciou seus estudos de teatro no Teatro O Tablado, em 1996 com professores como Luiz Carlos Tourinho e Bernardo Jablonsky.

Em teatro musical seus principais trabalhos foram:


- " O Cavalinho azul - a opereta" de Maria Clara Machado, com direção de Cacá Mourthé,

- " Marina" com a Cia. Pequod, de Miguel Vellinho, (junto com a Cia., participa de outros dois espetáculos de repertório da Pequod que não são musicais),

- “O Alabê de Jerusalém”, de Altay Veloso,

- " Emilinha e Marlene - as Rainhas do Rádio", escrito por Thereza Falcão sob direção de Antonio DeBonis, 

- " A Revista do Ano ", de Tânia Brandão e direção de Sérgio Módena,

- " Ary Barroso - do princípio ao fim" de Diogo Vilela;

- " Agnaldo Rayol, a alma do Brasil" de Fátima Valença, com direção de Roberto Bomtempo,

- "Contra o vento - um musicaos", de Daniela Pereira de Carvalho e direção de Felipe Vidal. Nesse musical fez a preparação vocal e os arranjos vocais do espetáculo, e realizou a turnê em Belo Horizonte e Brasília como atriz. 

Desde 2008 realiza um trabalho de preparação vocal para teatro musical e os que se destacaram em 2015 foram:
- " Amargo Fruto - A vida de Billie Holiday",

-  E o infantil " Todo vagabundo tem seu dia de glória".
Também em 2015 foi professora da matéria Voz para Teatro Musicado na UniRio, para graduação de teatro.


É Bacharel em Canto Lírico pela UniRio, na classe da professora Mirna Rubim, técnica em piano clássico pela UFRJ, atualmente faz aulas de saxofone alto e aperfeiçoa seu canto com o soprano Leila Guimarães.

Em maio de 2016 gravou seu primeiro clipe com a música inédita “Recado ao Coração”, lançado em julho de 2016.

Em 2017 ficou em cartaz em São Paulo, com o musical “Agnaldo Rayol – a Alma do Brasil”

Em julho de 2018 fez parte do Coro das freiras, na novela “Deus Salve o Rei”, da Rede Globo, como cantora.

Atualmente apresenta seu espetáculo “Mona canta Dalva” – em homenagem ao centenário da cantora Dalva de Oliveira.

Mona assina o roteiro, junto com Marcia do Valle, e a produção geral. Estreou em setembro de 2017 no Teatro Maison de France, depois fez temporada no  Teatro Dulcina, Teatro da UFF e Teatro Municipal de Niterói.

Em 2019 lança seu livro Infanto-juvenil sobre a vida de Dalva de Oliveira.

Comentários