Coluna

ADÃO, O ZÉFIRO MODERNO

Rio - Adão Iturrusgarai é o Carlos Zéfiro moderno.

Assim como o funcionário público Alcides Aguiar Caminha se escondia atrás do pseudônimo Carlos Zéfiro, Adão se esconde atrás do nome Aline.

Às vezes, atende também por Rock ou Hudson.

Além de desenhar pra cacete, Adão também escreve muito bem.

Adão Iturrusgarai
Adão Iturrusgarai. (Divulgação)

Quem, como eu, recebe, semanalmente, a newsletter do autor - “Correio Elegante do Adão” - sabe do que eu estou falando.

Várias vezes chamado de machista, misógino e pornográfico, o cartunista, no entanto, não é odiado pelas mulheres.

A cartunista Ciça - a criadora da tirinha “O Pato” - é fã do Adão.

Adão Iturrusgarai é desenhista, humorista, artista plástico e escritor. Nasceu em Cachoeira do Sul (RS), em 18 de fevereiro de 1965. 

Formado em publicidade, publicou seu primeiro desenho em 1982, no “Jornal do Povo”, de Cachoeira do Sul.

Em 1985, já na capital gaúcha, editou a revista “Dun-Dun”, onde publicou pela primeira vez a tira dos caubóis gays Rock & Hudson. 

A revista durou apenas duas edições mas publicou consagrados artistas gaúchos como Edgar Vasquez, Otto Guerra e Eloar Guazelli, entre outros. 

Mais tarde, editou a revista “Big Bang Bang”, que também teve vida curta.

Mudou-se para a França, em 1992, onde publicou seus trabalhos nas revistas “Chacal Puant” e “Flag”.

Suas obras foram publicadas mundo afora, em revistas como: “Playboy”, “Le Monde Diplomatique”, “Internazionale”, “Fierro”; nos jornais “EL Clarín” (Argentina), “Correio da Manhã” (Portugal); nas brasileiras “Chiclete com Banana”, “Bundas”, “Veja”, “Sexy”, “Caros Amigos” e nos jornais “O Tempo” (MG), “Tribuna do Norte” (RN), “Jornal do Brasil” (RJ), “Diário de Pernambuco” (PE) e “O Liberal” (PA), entre outros.

De volta ao Brasil, passou a morar em São Paulo onde, a convite do cartunista Laerte, passou a  atuar como redator dos programas “TV Colosso” e “Casseta & Planeta”.

Em 1994, colaborou com a história em quadrinhos do trio “Los Três Amigos”, criada pelos cartunistas Angeli, Laerte e Glauco.

Na ocasião, a convite do Angeli, passou a colaborar com a “Folha de São Paulo”, onde criou sua personagem mais conhecida: Aline, uma mulher bem resolvida que trabalha, odeia cozinhar, tem dois namorados (Otto e Pedro) e é viciada em sexo.

Recém-chegado à capital paulista, depois de uma bebedeira com amigos, Adão voltou para casa de porre e começou a desenhar a garota moderninha, viciada em bebidas, com um piercing no umbigo e com dois namorados. “Estava numa ressaca tremenda”, lembra Adão.

Adão Iturrusgarai

Aline é a grande paixão do cartunista, mas não foi a única a se tornar popular. 

Rock & Hudson os caubóis gays de Pelotas, no Rio Grande do Sul, criados em 1985 - em homenagem ao ator gay americano Rock Hudson, que morreu no mesmo ano de criação dos personagens - também fizeram enorme sucesso: “A idéia inicial era brincar com o machismo gaúcho, mas achei que se os personagens fossem gaúchos, iam ficar muito regionais. Daí os caubóis”, diz.

Rock & Hudson já foram publicados em espanhol, italiano, inglês, francês e alemão pela Diablo Edições.

Além da Aline, na “Folha”, Adão publicou também os caubóis gays Rock e Hudson, a Família Bíceps, o Homem Legenda e o personagem suicida da série La Vie em Rose - inspirada nas tirinhas do cartunista francês George Wolinski.

Em 2000, venceu o Prêmio "HQ Mix de Melhor Tira Nacional" , pelo trabalho na Folha de S.Paulo. 

Adão é um nômade. Já morou em Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo, Buenos Aires, Patagônia Argentina, Punta Del Este, (Uruguai) e na província de Córdoba, onde reside atualmente com a mulher Laura, uma argentina.

Além do sucesso nos jornais, os personagens do cartunista também fizeram sucesso na TV e no cinema.

Adão tem mais de uma dúzia de livros traduzidos para vários idiomas e, recentemente, lançou sua autobiografia em HQ.

Hoje, além dos quadrinhos, desde 2016, Adão dedica-se à pintura.

Taí, alguns momentos ridículos da vida maravilhosa do Adão.

Ediel Ribeiro (RJ)

662 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários