13/04/2017 14h32

Inep libera informações detalhadas sobre o Enade 2015

Compartilhe

Os microdados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2015 podem ser acessados no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Desde essa quarta-feira (12), os dados estão disponíveis para consulta.

Os microdados são um conjunto de informações detalhadas dos estudantes participantes e dos cursos e instituições de educação superior avaliadas no exame. Divulgados desde 2004, eles representam um grande acervo de dados que, se considerados em conjunto com o Conceito Enade, permitem uma série de análises sobre elementos que interferem no desempenho dos estudantes.

Para acessar a base de dados completa é necessário ter programas estatísticos específicos. Os Microdados do Enade 2015 trazem os inputs para a leitura dos arquivos utilizando os softwares SAS e R. Para abrir os dados no SPSS o usuário precisa clicar em “File”, em seguida “Read Text Data” e seguir os passos de importação. As variáveis com casas decimais precisam ser importadas no formato “Comma”.

Enade

O Enade 2015 foi aplicado a estudantes concluintes dos cursos de graduação de administração, administração pública, ciências contábeis, ciências econômicas, jornalismo, publicidade e propaganda, design, direito, psicologia, relações internacionais, secretariado executivo, teologia e turismo. Foram avaliados também os cursos tecnológicos de comércio exterior, designs de interiores, de moda, gráfico, gastronomia, gestão comercial, gestões de qualidade, de recursos humanos, financeira, pública, logística, marketing e processos gerenciais.

A partir do conceito Enade, são calculados outros indicadores de avaliação do ensino superior, o Conceito Preliminar de Curso (CPC), que avalia os cursos, e o Índice Geral de Cursos (IGC), voltado para as instituições. Nessa edição, foram avaliados 8.121 cursos de 2.109 instituições de ensino. Foram inscritos 549.487 concluintes e 447.056 de fato participaram da avaliação.

É permitida a reprodução desde que citada a fonte e não alterado o texto.

Comente esta notícia

SE VOCÊ NÃO TEM FACEBOOK, UTLIZE O FORMULÁRIO ABAIXO PARA COMENTAR.

Nenhum comentário até o momento.

Leia também