Coluna

O CASAMENTO DE LULA

Eu já estava começando a perder as esperanças de ser convidado para o casamento do ex-presidente Lula (PT) com a socióloga Rosângela Silva, a Janja, quando recebi pelo correio um grande envelope  onde estava escrito: Lula e Janja convidam para o seu casamento na próxima quarta-feira, 18 de maio de 2022.

Com as mãos trêmulas, abri o envelope e peguei o convite com letras vermelhas que diziam: “Ninguém mais feliz que eu e você! Janja e Lula, com carinho, convidam familiares e amigos para celebrarem o amor”.

Tenho que confessar que me emocionei. 

Não é segredo para ninguém que o ex-presidente Lula vem fazendo tudo o que pode fazer para a imprensa ficar do seu lado durante a pré-campanha para à presidência da Republica, mas ninguém sequer imaginou que ele chegasse ao ponto de convidar  jornalistas para a cerimônia de seu casamento. 

convite
Reprodução - 

Especialmente a mim, que durante os seus dois mandatos como presidente escrevi várias crônicas criticando a sua administração. Isso mostra duas coisas: ou o ex-presidente não guardou mágoa sobre as minhas críticas ou Lula está sem amigos para convidar. 

A segunda hipótese logo foi descartada. Os jornais publicaram a lista dos convidados com nomes como Chico Buarque e a mulher, Carol Proner; Gilberto Gil e Flora Gil; Daniela Mercury e Malu Verçosa; o advogado Roberto Teixeira; o cantor Martinho da Vila; a presidente do PT, Gleisi Hoffmann; o ex-governador do Piauí Wellington Dias; o ator Antônio Pitanga e a ex-governadora do Rio Benedita da Silva; o senador Jaques Wagner, os deputados federais Rui Falcão e Alexandre Padilha; o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad e a mulher, Ana Estela; a ex-presidente Dilma Rousseff, além de Geraldo Alckmin e a ex-primeira-dama de São Paulo, Lu Alckmin. 

Acredito que o ex-presidente tenha realmente bom coração e não guardou ressentimentos. Quando me refiz, telefonei para minha mulher e disse que tínhamos sido convidados para o casamento.

Foi a vez dela soluçar.

- Com tantos amigos que ele tem - disse ela - ele lembrou-se da gente. - Eu não tenho vestido pra ir! - lamentou-se.

- Compre um novo. Afinal de contas não é todo dia que se é convidado para o casamento de um ex-Presidente da República.

- Li nos jornais que a estilista Helô Rocha é quem assina o vestido escolhido pela noiva. Ela optou por um longo em seda, na cor off white e bordados feitos à mão - disse. 

- Ligue para a Helô Rocha, não quero que a noiva  pareça mais bonita que a minha mulher - disse. - Eu já comprei um terno novo, sapatos e até aluguei um carro para irmos a cerimônia. Vamos, provavelmente, aparecer na televisão e eu quero que você esteja linda.

Sempre precavida, minha mulher tentou me alertar:

- Estamos gastando muito dinheiro, amor. Você tem certeza que fomos mesmo convidados? Provavelmente, vamos fazer dívidas para o resto da vida.

- Como eu disse, não é todo dia que se é convidado para um casamento como este. Relaxe - disse, desligando.

- Obrigado, amor! Vou ligar para a estilista.

Ainda emocionado, voltei a ler o convite. Para minha surpresa, no verso, em letrinhas miúdas estava escrito: "IMPORTANTE: convite-lembrança para a imprensa. Meramente publicitário. NÃO vale como convite oficial para a cerimônia”. 

É, parece que o ex-presidente  Lula lembrou de todas as críticas que fiz ao seu governo. 

Ediel Ribeiro (RJ)

493 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários