Coluna

“Aviões” no Musa do Brasil

- Athaliba, preocupada com ocê nesse confinamento imposto à força devido à pandemia do COVID-19, vou te apresentar candidatas ao concurso Musa do Brasil. Tenho certeza que isso vai atenuar tua repulsa com esse contexto político nefasto “pilotado” pelo mito pés de barro no trono da Presidência da República. São “aviões” tipo Concorde que te farão esquecer temporariamente do general na função de ministro interino da Saúde “conduzindo” a profunda crise sanitária e das lembranças dos incapazes ex-ministros da Educação, além da ineficácia no Meio Ambiente, com o Ricardo Salles; e no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, com a Damares Alves, pastora evangélica. Ocê vai alçar vôos às lonjuras e fazer piruetas nesse minúsculo cafofo.

- Marineth, que sejam, efetivamente, colírio para meus olhos, na situação à qual estou sem poder “bater canelinha” por aí. Não vejo a hora de quebrar o jejum!

- Athaliba, os “aviões” do Musa do Brasil não perdem em beleza para as famosas mulatas do Sargentelli que, dentre outras, revelou a Solange Couto, que se tornou atriz e atuou na novela “O tempo não para”, interpretando a avarenta e fofoqueira Coronela. Tem ainda a mulata Fatinha Bijú, apelido de Fátima Gonçalves, que revelou ter mantido às escondidas romance com Roberto Carlos, o rei do iê-iê-iê, quando ele era casado com Myriam Rios. Afirma que a música “Menina” é dedicada a ela. Se quiser curte em https://www.youtube.com/watch?v=RvMwLC4ZHNc.

- Marineth, por favor, sem “telecoteco e ziriguidum”, como dizia Sargentelli, apresente logo essas tais “aviões” do Musa do Brasil.

- Athaliba, os mineiros terão a representação da morena Gabriela Figueiredo, na edição de 2020 do evento. A beldade, 25 anos, diz que “meu sonho é brilhar e ser uma musa de sucesso”. O corpo escultural é de beleza exótica. A mineira tem quase 1,60 cm de altura e ostenta invejável bumbum de cerca de 110 cm, com cinturinha fina de 65 cm. Ocê gosta?

Gabriela Figueiredo
Gabriela Figueiredo, com potente bumbum de cerca de 110 cm, será Minas Gerais no Musa do Brasil 2020. Ela pede que as torcidas do Atlético e do Cruzeiro se unam para apoiá-la. (Divulgação)

- E como, Marineth! Que beleeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeza!!!

- Athaliba, ela é bem desinibida, extrovertida, expansiva, além de bela. Como o slogan do sutiã: linda, leve e solta. Gabriela, que não dá vôo de águia com asas de pardal, ousa em dizer que “não tenho vergonha de me expor, pelo contrário, adoro me mostrar. Gosto de ser admirada e a sensualidade faz parte de mim. Podem esperar muita ousadia na minha participação”. No ensaio fotográfico para o evento, previsto para 12 de dezembro, em São Paulo, mostrou que é um vulcão em plena erupção. “É dessas mulheres para comer com 10 talheres/De quatro, lado, frente, verso, embaixo, em pé/Roer, revirar, retorcer, lambuzar e deixar o seu corpo tremendo, gemendo”, como canta Ana Carolina na música “Eu comi a Madona”. Pode aferir como a canção é sedutora, no link: https://www.youtube.com/watch?v=6Cgp0PwvR3Q.

- Marineth, no festival de beleza, com certeza, o bumbum será quesito de destaque, né? O bumbum turbinado e seios siliconados podem disputar? Ocê bem que poderia participar, pois tem atributos invejáveis.

- Qualé, Athaliba. Ocê tá de sacanagem. A travesti Mary Help é que manifestou a vontade de participar. A encontrei conversando com a transexual Gina, próximo do monumento de pedra à Bíblia, na Praça Acrísio Alvarenga, em Itabira, que descartou a participação da amiga por ela não ter feito ainda a cirurgia de redesignação sexual. E bateu no peito dizendo que “eu, sim, posso ir à passarela do Musa do Brasil arrebentar com meus predicados, pois já fiz readequação sexual”.

- Fala sério, Marineth!

- Athaliba, à parte, o bate-boca entre Mary Help e Gina, que têm passarela exclusiva dentro do movimento LGBTi, o Musa do Brasil registra caso trágico em seu histórico. Em 2016, uma das finalistas faleceu após procedimento estético conhecido como “bigode chinês”, em que é aplicado preenchimento facial. Raquel Santos, natural de Niterói, RJ, que representava o Estado de Mato Grosso, sentiu-se mal na Clínica Plástica Wagner Moraes e morreu por falta de ar e arritmia no Hospital das Clínicas, naquele mesmo município, para onde tinha sido transferida.

- Marineth, a cirurgia plástica pode ser perigosa. E, nessa nossa “sociedade de aparência”, o apelo à beleza, infelizmente, é uma questão de ordem. Mas, afinal, qual o conceito de beleza?

- Pois é, Athaliba. O caso virou inquérito na 76ª DP, com investigadores tendo autorização da justiça para suspender o velório para realização de necropsia no corpo. O médico Wagner Moraes revelou na ocasião que Raquel Santos fazia uso de anabolizantes para animais.

- Marineth, infelizmente há registros de muitos casos como o da modelo Raquel. Ocê já se esqueceu do Dr. Bumbum, apelido do médico Denis César Barros Furtado, acusado da morte de Lilian Calixto, após ela ter passado por uma bioplastia, aumento dos glúteos?

- Athaliba, organizadores do Musa do Brasil dizem que o objetivo do concurso é enaltecer a beleza da mulher em todos os níveis e mostrar que não existe idade para realização dos sonhos; e, por isso, “participam modelos negras, brancas, saradas, bombadas, para todos os gostos”. Vou te apresentar, em outras oportunidades, as demais candidatas do Musa do Brasil, uma de cada estado brasileiro. Espero que não vá babar, heim, baby!!!

Lenin Novaes

87 Posts

Crônicas do Athaliba

LENIN NOVAES jornalista e produtor cultural. É co-autor do livro Cantando para não enlouquecer, biografia da cantora Elza Soares, com José Louzeiro. Criou e promoveu o Concurso Nacional de Poesia para jornalistas, em homenagem ao poeta Carlos Drummond de Andrade. É um dos coordenadores do Festival de Choro do Rio, realizado pelo Museu da Imagem e do Som - MIS

Comentários