Coluna

CARTUNISTAS GAÚCHOS

PORTO ALEGRE - Em Porto Alegre tem mais cartunista do que gente.

Aí você pergunta: cartunista não é gente?

É. É um tipo especial de gente.

E tem muitos de nós por aqui. Mas ainda são raros os que merecem espaço na grande mídia.

Porto Alegre cultiva seu folclore. É, provavelmente, o Estado que mais promove e prestigia sua cultura.

E a dos outros.

O teatro, a dança, a música, a arte está por toda a parte. Você respira cultura logo que desce do avião.

O cartum, a charge, a caricatura, a história em quadrinhos e a ilustração encontra nos gaúchos legítimos representantes. 

Passeando pelo centro, é fácil encontrar gente de talento como Iotti, Edgar Vasques, Santiago, Rafael Corrêa, Bier, Gilmar Fraga, Moa, Latuff, Spritzer, Julia Hauser e Lidia Brancher, entre outros.

Eles se organizam em grupos e associações, como a Grafar (Grafistas Associados do Rio Grande do Sul) que reúne os cartunistas Edgar Vasques, Santiago, Vicente Marques, Dóro, Elias, Alexandre Beck, Alisson Affonso, Bier, Bruno Ortiz, Edu, Eugênio, Gui Moojen, Hals, Kayser, Koostela, Latuff, Nik, Schroder e Uberti e muitos outros.

Aqui, existem galerias onde o pessoal dos quadrinhos se reúne, bares de cartunista, Casas de Cultura, Clubes de Cultura, Fábrica de Cultura, Museus e muito mais.

Saraus e lançamentos de livros, revistas e gibis, também são frequentes por aqui.

Chegamos, eu e a Sheila hoje, dia 16 e já fomos convidados para o lançamento do livro de quadrinhos do Rafael Corrêa, na Galeria Hipotética.

Amanhã, dia 17, estaremos no lançamento de outro talento do cartum porto-alegrense, o cartunista Augusto Bier, que estará lançando seu livro de cartuns no Clube da Cultura. 

E terminaremos a noite tomando umas cervejas com o pessoal do traço, no “Tutti Giorni”, o bar dos cartunistas de Porto Alegre.

Aqui, alguns perfis de cartunista gaúchos, que garimpei aqui no site paginadogaucho.com.br

Luis Fernando Veríssimo nasceu em Porto Alegre em 1936. Trabalhou como publicitário e publicou seus contos e crônicas em todos os jornais e revistas importantes do país. É cronista da "Zero Hora" (RS), "O Estado de S. Paulo" (SP) e publica sua tira "As Cobras" no Jornal do Brasil (RJ) além de escrever para a televisão. É autor de mais de 20 livros de crônicas (entre os quais o "Analista de Bagé", um dos maiores best sellers da história editorial do Brasil) e um romance ("O Jardim do Diabo").

Edgar Vasquez nasceu em Porto Alegre em 1949. Publicou pela primeira vez na revista "Grilus", editada pela faculdade de Arquitetura, onde diplomou-se. Trabalhou nos jornais "Folha da Manhã" (RS), "Diário do Sul" (RS), "Pasquim" (RJ), revista "Versus", "Playboy" (onde desenhava as aventuras do Analista de Bagé com argumento de L. F. Veríssimo) e "Coojornal". Publicou no exterior pela revista "Charlie" (França). É autor de 13 livros com seu personagem "Rango" e participou de várias antologias.

Fernando Jorge Uberti, o Uberti, nasceu em Alegrete (RS) em 1941. Publicou seu primeiro cartum num suplemento estudantil na cidade de Uruguaiana (RS) em 1959. Publicitário, jamais perdeu o vínculo com o cartum, tendo publicado regularmente na imprensa brasileira e internacional. Participou de vários salões e exposições de humor pelo mundo afora, além de inúmeras antologias de humor.

Spritzer nasceu em Porto Alegre, RS, em 1961. Abandonou o curso de medicina para dedicar-se ao jornalismo e há mais de 10 anos mantém um jornal exclusivo de cartuns chamado "Hienas", com circulação gratuita e mais de 18.000 exemplares mês.

Moacyr Knorr Guterres, o Moa, nasceu em Porto Alegre em 1962. Destacou-se como cartunista através do trabalho que realizou no jornal "Zero Hora". Ganhou vários prêmios, entre os quais o Prêmio Cartum do Salão Internacional de Piracicaba de 1988, "Salão Internacional do Jornal The Sports Chosun" (Coréia, 1992) e no "Salão Internacional de Humor de Imprensa" (Porto Alegre, 1993).

Iotti nasceu em Caxias do Sul, em 1964. Trabalhou no "Diário do Sul" (RS) e atualmente publica suas histórias no "Correio do Povo" (RS) e na "Folha da Tarde" (Caxias do Sul, RS). É criador do personagem "Radicci", inspirado nos imigrantes italianos que colonizaram a serra gaúcha. Publicou 4 livros.

Sampaulo nasceu em uruguaiana (RS). Começou a publicar no jornal "O Clarim" (RS). Trabalhou nos jornais "A Hora", "Diário de Notícias", "Folha da Tarde" e "Correio do Povo" e fazia a charge editorial do jornal "Zero Hora" (RS). Autor de livros e participou de várias antologias de humor no Brasil e exterior.

Augusto Bier, o Bier, é natural de Santo Ângelo, onde vive e trabalha, depois de uma longa passagem por Porto Alegre e curtas passagens por Canela e Nova Prata. Trabalhou no jornal "O Interior" (RS), publicou no "Pasquim" (RJ) e "Coojornal" (RS). É autor de livros com seu personagem "Blau" inspirado nos descendentes de imigrantes alemães do interior do Rio Grande. Foi vencedor do Salão de Piracicaba e do Salão de Duisburg (Alemanha).

O cartunista Santiago nasceu em Santiago (RS) em 1950. Publicou pela primeira vez no suplemento humorístico "O Quadrão" do jornal "Folha da Manhã". Começou a trabalhar profissionalmente na "Folha da Tarde" onde fez por 9 anos a charge editorial do jornal. Ganhador de vários prêmios nacionais e internacionais com destaque para o prêmio máximo do importante salão do jornal japonês "Yomiuri Shimbun" em 1989. É autor de 6 livros.

Vou tentar conhecer alguns, já que, pessoalmente, só conheço Luis Fernando Veríssimo.

Sou fã dos cartunistas gaúchos e do Verissimo, em particular, por razões estritamente pessoais: cresci com ele. Não no sentido biológico do termo, claro. Embora minha paixão pelo texto e desenho de humor tenham crescido com ele. 

Somos, portanto, colegas de geração. 

Ediel Ribeiro (RJ)

662 Posts

Coluna do Ediel

Ediel Ribeiro é carioca. Jornalista, cartunista e escritor. Co-autor (junto com Sheila Ferreira) do romance "Sonhos são Azuis". É colunista dos jornais O Dia (RJ) e O Folha de Minas (MG). Autor da tira de humor ácido "Patty & Fatty" publicadas nos jornais "Expresso" (RJ) e "O Municipal" (RJ) e Editor dos jornais de humor "Cartoon" e "Hic!". O autor mora atualmente no Rio de Janeiro, entre um bar e outro.

Comentários