x'
Ciência & Tecnologia

Huawei agora está proibida de usar cartões SD em smartphones

Huawei não poderá fabricar mais aparelhos com entradas para cartões de memória (Foto: Divulgação)

A escalada de grupos proibidos de fornecer tecnologia para Huawei só aumenta e agora quem também entrou na onda promovida por Donald Trump é a SD Association, organização sem fins lucrativos sediada na Califórnia e que define os padrões de cartão de memória SD. Assim, a gigante chinesa não poderá mais fabricar dispositivos com entradas para SD ou microSD.

Assim como a Microsoft, a Intel, a ARM e várias outras companhias que cortaram relações com os asiáticos, a associação não fez anúncio público a respeito. Mas o súbito e silencioso desaparecimento do nome da Huawei da lista de empresas-membro falam mais alto do que qualquer comunicado à imprensa.

E o que isso significa? Bem, a chinesa terá que se adaptar rapidamente ao mercado para minimizar todos os problemas. Há um certo movimento para abolir as expansões de armazenamento com microSD, porém, ainda há muito resistência.

Além disso, a empresa, que já viu a compatriota ZTE definhar por sanções semelhantes, vem desenvolvendo sua própria solução nanoSD e NM justamente para esse cenário — mas a implantação e a produção em massa das alternativas deve demorar para acontecer. Ou seja, mais má notícias para os orientais.

Comentários