10/08/2017 09h58

Após eliminação, presidente do Galo diz que vaga na Libertadores de 2018 é "obrigação"

Compartilhe

Daniel Nepomuceno participou de coletiva ao lado do técnico Rogério Micale (Foto: Twitter/Mineirão)
Daniel Nepomuceno participou de coletiva ao lado do técnico Rogério Micale (Foto: Twitter/Mineirão)

O Atlético-MG foi eliminado da Libertadores após o empate sem gols com o Jorge Wilstermann, no Mineirão, nesta quarta-feira. Em entrevista coletiva o presidente do clube, Daniel Nepomuceno, lamentou a eliminação e estabeleceu a classificação para Libertadores do próximo ano como obrigação.

"É obrigação, sem dúvida nenhuma. Já são cinco anos consecutivos de Libertadores. Não tem como essa equipe ficar fora do G-6. Até porque acabaram as desculpas sobre não ter prazo, sobre ter jogo toda quarta e todo domingo. A gente tem que aproveitar o calendário agora, só vai ter jogo pelo Brasileiro. Apesar de tudo o que aconteceu de errado até agora, temos futebol para ficar no G6", declarou Nepomuceno.

Eliminado também da Copa do Brasil, agora o Atlético-MG só tem o Brasileiro para disputar até o fim do ano. O time terminou o primeiro turno com 23 pontos e aparece em 14º lugar, tendo perdido em quatro das últimas cinco rodadas.

É permitida a reprodução desde que citada a fonte e não alterado o texto.

Comente esta notícia

SE VOCÊ NÃO TEM FACEBOOK, UTLIZE O FORMULÁRIO ABAIXO PARA COMENTAR.

Nenhum comentário até o momento.

Leia também